Alimentos Zaeli

ERVA DOCE 7g

462

ERVA DOCE 20x7g

SAP: 100090
EAN: 7 896183 90094 6


DESCRIÇÃO: É um produto obtido dos frutos da planta herbácea da família das umbelíferas (Pimpinela anisum, Lin.). Na entrada do produto na Indústria é feito um rigoroso controle de qualidade, quando então passa a ser empacotado automaticamente, seguindo as normas do Ministério da Agricultura. Cada lote industrializado é rigorosamente controlado de forma a assegurar a qualidade do produto.


UTILIDADE: No preparo de chás, inclusive medicinal; como condimento aromático no preparo de doces, pães, bolos, biscoitos, e até mesmo no preparo de pratos salgados para atribuir um sabor exótico, altamente agradável ao paladar.


CONSERVAÇÃO APÓS ABERTO: Mantenha a embalagem fechada em local seco, fresco, arejado e livre de odores estranhos.


CONTÉM LACTOSE E GLÚTEN

Alertamos que: Erva-doce é livre de glúten, porém é passível de cruzamento com alimentos com glúten durante o processo.


ALÉRGICOS: Pode conter trigo e derivados, centeio, cevada, aveia e suas estirpes hibridizadas, derivados de soja, derivados de leite de vaca, castanha de caju e nozes.


DICAS SOBRE O PRODUTO:

1. A erva doce é uma semente digestiva, diurética, carminativa e expectorante. O infuso das sementes facilita a digestão, alivia flatulência e cólicas intestinais, acalma excitação nervosa e insônia. Age contra a cólica de recém-nascidos. As avós recomendavam que as lactantes tomassem em jejum para aumentar o leite;

2. Na cosmética a erva doce é utilizada pelas suas propriedades de remover impurezas, sob forma de sabonetes, suavizando a pele. Tem também efeito antirrugas;

3. Muito utilizada sob forma de semente para temperar biscoitos, pães e bolos (o de fubá já é tradicional). Vai também em tortas de frutas, maçãs assadas, caldas de doces e canapés. As sementes também temperam e dão aroma às carnes, linguiças na grelha, salames. Suas folhas dão um toque especial às saladas e feijão-branco. Os europeus costumam por um galhinho com folhas nos picles e conservas. As sementes maceradas lentamente na aguardente fazem o licor anisete. No quentão, tira o gosto ardido do picles, suavizando o sabor.